Não teve nem graça: City, fácil, 2 a 0

Silva anotou os dois gols da partida

A resistência do Fulham no estádio Ettihad durou um minuto e 37 segundos. Foi o tempo necessário para que o Manchester City abrisse caminho para uma tranquila vitória por 2 a 0, neste sábado, pela 23ª rodada da Premier League. O resultado manteve o time em 14° lugar, mas significou a 10ª derrota na competição - faltam quatro para igualar o número total da última temporada. 

Na escalação, Jol voltou a usar Richardson como lateral-esquerdo - John Arne Riise nem no banco ficou, o que aumenta os rumores de uma saída ainda este mês. No setor ofensivo, Berbatov ficou isolado, com Duff e Dejagah chegando pelas pontas e Ruiz pelo centro.

Isso em tese, obviamente. Na prática, nada disso ocorreu. E, com menos de dois minutos, Karagounis perdeu a bola, Dzeko chutou de longe, Schwarzer deu rebote e David Silva marcou 1 a 0. A vantagem tão rápida acomodou os Citizens, que pareceram jogar com preguiça o restante da etapa inicial.

Tanto que o Fulham criou uma ótima chance aos 31: Duff cruzou e Sidwell, de cabeça, acertou a trave de Hart. Mas foi só. O time cottager até conseguia manter a bola, mas faltava objetividade e criatividade para ameaçar mais constantemente.
Espanhol marcou no primeiro e no segundo tempo
 No segundo tempo, o panorama seguiu o mesmo. Até que, aos 23, Clichy entregou para Silva, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro dos londrinos, 2 a 0.

No minuto seguinte, o espanhol quase conseguiu um hat-trick, mas seu chute saiu desviado rente à trave esquerda. Jol ainda tentou botar o time mais à frente, mas faltou qualidade. O placar de 2 a 0 estava consolidado graças à grande preguiça dos mandantes em seguir atacando.

O Fulham volta a campo pela Premier League no dia 30, em casa, contra o West Ham. Antes disso, dia 26, uma grande pedreira no caminho: o Manchester United, no Old Trafford, pela Copa da Inglaterra.

Manchester City: Hart, Zabaleta (Nasri), Kompany, Nastasic, Clichy, Garcia, Milner, Barry, Silva (Lescott), Tévez (Aguero) e Dzeko.

Fulham: Schwarzer, Riether, Hughes, Hangeland, Richardson (Briggs), Sidwell, Karagounis, Duff, Dejagah (Petric), Ruiz e Berbatov.

Confira os gols do jogo aqui, direto do site da ESPN Brasil.