Repercussões: Liverpool 4-0 Fulham

Derrota amarga, ainda mais por conta da atuação da equipe

Definitivamente foi uma tarde para ser esquecida para os torcedores Cottagers. Uma atuação tenebrosa que resultou numa goleada às vésperas do Natal. Com muita fragilidade na defesa e um ataque omisso, o Fulham levou 4 a 0 do Liverpool, em Anfield Road, neste sábado.



E o que foi muito comentado pela imprensa britânica foi o fato de este jogo ter reunido um jogo muito inspirado pelo lado dos Reds de Liverpool, e uma partida em que tudo deu errado para os Whites. Alguns jornalistas chegaram até satirizar o fato de Stewart Downing, jogador do Liverpool, que apesar de jogar no setor ofensivo, raramente faz gol, e coincidentemente, nesta partida marcou o seu.
Além de Downing, até o zagueiro Skrtel (E) marcou
 Os jornalistas ressaltaram o fato da fragilidade do Fulham, tanto no ataque quanto na defesa. No ataque, apenas Berbatov mostra-se ser capaz de dar esperança de gols, segundo a imprensa, já a defesa não mostra segurança de outras temporadas. Com essa soma de fatores, é bom o Fulham começar a ficar atento com os times da zona de rebaixamento, segundo alguns jornalistas.
Martin Jol, técnico dos Cottagers, mostrou-se muito frustrado com o resultado e com a performance do time: “Nós fomos o nosso próprio pior inimigo hoje. Os gols que concedemos foram de forma fácil, e deveríamos ter jogado melhor”.
Jol acredita que um dos principais motivos para a derrota foram os desfalques no meio campo. “Nós tivemos alguns problemas no meio de campo com dois ou três jogadores fora que não puderam nos ajudar. A ideia era pressionar o Liverpool e dar assistência ao Dimitar Berbatov, mas isso não aconteceu”.
Atuação realmente para ser esquecida
“Esta foi a primeira vez que alguns jogadores atuaram em certas posições, e as vezes, parece que eles nunca jogaram juntos um com o outro”, afirmou o manager, referente às improvisações que acabou fazendo por conta das contusões.
Com relação à posição na tabela, o técnico acredita que essa posição ruim irá mudar, e para isso conta com os jogadores contundidos: “Nós temos muitos problemas com contusões, mas uma vez que estes jogadores estiverem de volta ficaremos bem. Nós jogamos um bom futebol antes e eu estou confiante que jogaremos bem de novo”.
Mas, mesmo com a confiança, o holandês sabe que os pontos devem voltar a ser somados logo: “Não há dúvida que temos que conquistar pontos e fazer melhor do que fizemos hoje. Os próximos dois jogos serão muito importantes. Nós enfrentaremos o Southampton e depois o Swansea, ambos em casa, mas nós temos que mostrar mais convicção”.

E como disse o treinador, o próximo jogo dos Cottagers será em Craven Cottage, no dia 26, contra os Saints. No primeiro turno, empate por 2 a 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário