Repercussões: Fulham 0-3 Tottenham; Blackpool é o adversário do Fulham na FA Cup

Frustração no semblante dos jogadores cottagers
Sete jogos sem vencer. Três jogos sem marcar um gol sequer. Uma defesa que só é superior, em número de gols sofridos, aos três times da zona de rebaixamento. Certamente Martin Jol não era o homem mais feliz do mundo após mais uma derrota cottager na liga, desta vez para o Tottenham, por 3 a 0. Para o manager, o primeiro gol dos Spurs foi um golpe que o time não conseguiu se recuperar. 

“No primeiro tempo, penso que tivemos melhores chances do que eles. Começamos a cometer erros contra Southampton e Reading, por isso precisamos melhorar ou vai ser muito difícil para nós obter uma boa posição no campeonato”, revelou o treinador. 

“Foi muito decepcionante levar três gols do nada”, prosseguiu.


Jol crê em 40 pontos para ter tranquilidade na liga 
Jol ainda ressaltou a meta cottager na temporada: atingir 40 pontos e se ver distante da zona de rebaixamento. “Estamos a apenas três pontos dos 20 e há mais três jogos antes de alcançarmos o meio do campeonato. Não estou preocupado”, destacou.

Mesmo sem demonstrar grande preocupação, a atuação do Fulham no último sábado rendeu justas críticas por parte da imprensa inglesa. A BBC, por exemplo, colocou em Mark Schwarzer a culpa pelo primeiro gol, marcado num chute de longe de Sandro. A Sky Sports destacou a atuação de Jermaine Defoe, que anotou duas vezes em Craven Cottage.

FA Cup - Enquanto junta os cacos de mais um resultado negativo na Premier League, o Fulham conheceu, no domingo, seu primeiro adversário na FA Cup. Será o Blackpool, em Londres, no dia 5 ou 6 de janeiro. Os Whites, assim como os demais times da primeira divisão, entram na disputa a partir da próxima fase.

Nenhum comentário:

Postar um comentário