Preview: QPR - Fulham

O West London Derby entre QPR e Fulham é neste sábado, às 13h (de Brasília)

Depois de ficar sete partidas sem vencer, o Fulham se reencontrou com a vitória na última segunda-feira, quando derrotou o Newcastle por 2 a 1. Agora o desafio é um West London Derby, mas dessa vez contra o Queens Pak Rangers em Loftus Road.



A HISTÓRIA

Os dois rivais vêm a campo em situações distintas na tabela, assim como foi durante a história de ambas. QPR e Fulham, apesar de serem rivais, se enfrentaram apenas 29 vezes. Tudo porque as duas equipes sempre oscilaram entre as três primeiras divisões desde o primeiro confronto em 1905. Mesmo assim, os Hoops e Cottagers mantem a rivalidade por conta do equilibrio do confronto (diferente do que acontece com o Chelsea, que tem investimentos muito mais altos): são 12 vitórias para cada lado e ainda cinco empates. 
Plcar histórico na última temporada
Alguns fatos recentes também ajudaram a aquecer essa rivalidade, que vai além do fato da proximidade entre os clubes. Na década de 2000, as reformas em Craven Cottage fizeram o Fulham mandar seus jogos na casa do rival, o estádio Loftus Road. Além disso, nos últimos anos, o QPR tem contratado profissionais que já tinham passado por Cottage, caso do técnico Mark Hughes, e os casos mais polêmicos dos dois atacantes Bobby Zamora e Andrew Johnson que deixaram o Fulham para não fazer nada jogar pelo QPR.

Para aumentar a rivalidade, na última temporada, quando o QPR voltava a Premier League reencontrava o Fulham desde a temporada 2000/2001, logo no primeiro clássico, uma lavada um placar elástico de 6 a 0, além da vitória por 1 a 0 no returno.
OS TIMES

E o QPR não vem em boa fase. Após a última temporada ter escapado do descenso por muito pouco, nesta temporada as coisas não estão muito melhores para os Hoops: após 16 rodadas, nenhuma vitória dos Rangers. O técnico Harry Redknapp, que substituiu Mark Hughes, teve três jogos e três empates, aumentando o desespero dos nossos rivais.

Andrew Johnson maracando contra o QPR
Além disso, caso o QPR não vença neste sábado, alcançará o feito do Bolton em 1902/1903, que ficou também as primeiras 17 partidas sem vitórias.

E para piorar a situação, o técnico Redknapp não poderá contar com o coreano Park Ji Sung, contratado junto ao Manchester United nesta temporada, por conta de uma lesão no joelho. Além dele, o goleiro recém contratado Julio César também não estará  à disposição por conta de dores na virilha. Os ex-Cottagers Bobby Zamora e Andrew Johnson ficaram com medo estão contundidos com dores no quadril e no joelho, respectivamente.

Já pelo lado de Craven Cottage, Martin Jol não conta com muitos problemas para essa partida. Bryan Ruiz, com lesão no tendão, é desfalque até pelo menos o fim do ano. Simon Davies está treinando novamente, mas ainda não está em condições ideais para entrar em campo. Mas o desfalque mais surpreendente, por assim dizer, é o de Mahamadou Diarra. Após uma pancada no joelho durante o jogo contra o Tottenham, o volante sentiu dores, mas com a ajuda de injeções atuou contra o Newcastle. Porém, agora ele ficará de fora para prevenir uma possível contusão mais séria.

Com isso, Baird tem chances de atuar ao lado de Sidwell, mas nada confirmado por Jol. Outro jogador que busca uma vaga de titular é Rodallega, que fez o primeiro gol em Craven Cottage (o segundo no jogo contra o Newcatle) e tem chances de começar, ou pelas pontas com um winger, ou no ataque ao lado de Barbatov.
 FIQUE DE OLHO
Mesmo em péssima fase, a zaga Cottager deve ficar atenta aos seguintes jogadores:

Adel Taarabt: o jogador marroquino é considerado o novo Zidane, graças a sua habilidade. Tem como características bons chutes e velocidade destacável.
Granero: meio-campista que veio do Real Madrid, tem como principal característica a boa visão de jogo, como um clássico camisa 10. Tem ganhado a simpatia dos torcedores em pouco tempo de clube.


Cisse: é um dos principais nomes do ataque, com faro de gol.
 AS GALINHAS


PROVAVEIS ESCALAÇÕES:

QPR : Green; Bosingwa, Nelsen, Hill, Traore; Derry, Wright-Phillips, Diakite, Mbia; Taarabt; Mackie
Fulham : Schwarzer; Riether, Hughes, Hangeland, Riise; Duff, Sidwell, Kacaniklik, Baird; Petric (Rodallega), Berbatov.

Nenhum comentário:

Postar um comentário