Fulham joga mal e perde o clássico para o Tottenham: 0-3

Riether enfrenta a marcação do brasileiro Sandro.
Neste sábado o Fulham recebeu o Tottenham Hotspur, em Craven Cottage, em jogo válido pela 15ª rodada da Premier League. E, em mais um jogo para se esquecer, o Fulham teve péssima atuação e foi derrotado pelo placar de 3 a 0.

Se o empate contra o Chelsea havia sido um bom resultado, apesar da atuação do time, a derrota para o Tottenham em Craven Cottage passou longe do bom espetáculo.


A primeira etapa do jogo foi tão ruim quanto a do SW6 Derby, pois ambas as equipes marcavam muito no campo de defesa e criavam pouco no ataque. Apesar da pouca movimentação, o Fulham conseguiu criar algumas raras chances, especialmente com Dimitar Berbatov.

Um exemplo de que as coisas não estavam indo bem, para ambas as equipes, é o simples fato de que houve duas alterações (uma em cada time) por contusão. Primeiro foi a vez do zagueiro Craig Dawson, do Tottenham, se contundir aos 17 minutos de jogo e ser substituído pelo veterano William Gallas.

Logo em seguida, aos 29 minutos da primeira etapa, o Fulham perdeu o lateral alemão Sascha Riether por causa de uma contusão no pé. O substituto de Riether foi o contestado lateral irlandês Stephen Kelly, que por sinal não foi bem no jogo.

O Tottenham também atacava, criando algumas boas oportunidades de gol, a maioria vinda dos pés do atacante Jermain Defoe. Porém, os spurs também pareciam não se encontrar em campo.

E, ao final da primeira etapa de jogo em Craven Cottage, tudo terminou da mesma maneira que começou, ou seja, no empate sem gols.

Na volta do intervalo, não houve substituições nas duas equipes, até porque ambas tiveram que fazê-las na primeira etapa em razão das lesões. Porém, apesar de não realizar nenhuma substituição no intervalo, o Tottenham parecia um time modificado na segunda etapa e estava disposto a buscar um resultado positivo.

Sandro comemora o seu segundo gol com a camisa dos Spurs
Aos 10 minutos da segunda etapa, quando o Tottenham já dominava as ações ofensivas do jogo, aconteceu o que todos os cottagers temiam e ao mesmo tempo, não esperavam ser da maneira como foi. O brasileiro Sandro arriscou um belo chute de fora da área, o goleirão Mark Schwarzer falhou de forma incomum e os Spurs saíram na frente em Craven Cottage.

O Fulham tentou uma reação, porém, não conseguiu ser efetivo nos ataques e parou na forte defesa do Tottenham e nas mãos do bom goleiro Hugo Lloris. E ao tentar atacar e chegar ao gol de empate, o Fulham acabou cedendo espaços ao time dos Spurs.

Por conta disso, o Tottenham ainda ampliou aos 72 e aos 77 minutos, com o já consagrado atacante Jermain Defoe, que há muitas temporadas é o principal artilheiro do time na Premier League.

Ao apito final, o Fulham sofreu uma vergonhosa derrota em casa, pelo placar de 3 a 0, e completou sete jogos sem vencer.

Escalações:
FULHAM: Schwarzer, Riether (Kelly), Senderos, Hughes, Riise, Frei (Duff), Diarra, Sidwell, Dejagah, Berbatov, Petric (Rodallega). 
TOTTENHAM: Lloris, Naughton, Dawson (Gallas), Caulker, Vertonghen, Lennon, Dembele (Carroll), Sandro, Bale (Sigurdsson), Defoe, Dempsey. 
Confira no vídeo abaixo os melhores momentos de Fulham 0-3 Tottenham:

Nenhum comentário:

Postar um comentário