Em mais um jogo louco, Fulham soma novo empate

Schwarzer foi herói no minuto final
Estão sendo verdadeiros testes para cardíacos os jogos do Fulham até aqui na Premier League. No sábado, mais um deles: após levar 2 a 0 do Arsenal, no estádio Emirates, os Cottagers buscaram a virada, tomaram a igualdade e, no último minuto, viram Mark Schwarzer pegar um pênalti para assegurar o terceiro empate consecutivo do time. O resultado deixa o time no mesmo oitavo lugar, agora com 16 pontos.

Martin Jol não pode contar com Diarra, lesionado. Do meio pra frente, optou por Dejagah e Richardson apoiando Ruiz e Berbatov, que ficavam mais adiantados.

O primeiro tempo foi movimentadíssimo. Tanto que, no primeiro ataque com perigo, o Arsenal fez 1 a 0: aos dez, Walcott cobrou escanteio e Giroud venceu Hughes na cabeçada.  As coisas ficariam piores aos 23, quando Riise errou, Arteta foi à linha de fundo e tocou para Podolski marcar o segundo.
Berbatov (E), de cabeça, marcou um dos gols cottagers
Seis minutos depois, o Fulham começou a reação com Berbatov. Após escanteio, o búlgaro desviou para o fundo das redes, 2 a 1. Mais dez minutos e um jogador que acabara de entrar empataria o confronto. Kacaniklic, substituindo o contundido Richardson, amparou cruzamento de Berbatov e, da marca do pênalti, cabeceou para fazer 2 a 2.

A etapa final continuou em alta velocidade. Na melhor chance do Arsenal no princípio, Walcott finalizou para fora após arrancada. Aos 20, o improvável: Ruiz roubou de Arteta e foi derrubado; pênalti que Berbatov não desperdiçou e anotou 3 a 2. Infelizmente, faltou atenção e, dois minutos, os Gunners empatariam. Tudo começou com Giroud, que acertou a trave. Na sequência, Walcott levantou e o francês, mais uma vez de cabeça, não deu chances a Schwarzer.
Aos 48, Schwarzer impediu a vitória dos Gunners
O time da casa se atirou ao ataque e criou ainda dois bons lances, ambos com Giroud. Num deles, o atacante exigiu agilidade de Schwarzer para espalmar. Com o 3 a 3 parecendo decretado, o árbitro Phil Dowd viu toque de mão de Riether dentro da área aos 48 minutos. Pênalti mal marcado. Na batida, Arteta mandou no canto esquerdo de Schwarzer, que saltou e fez magnífica defesa. Fim de jogo: 3 a 3.

Pela terceira vez no campeonato, os Whites estiveram com a vitória na mão, mas desperdiçaram a chance. Assim como contra Southampton e Reading, o time londrino chegou a marcar o gol que daria o triunfo, mas levou a igualdade dois minutos depois. Por sinal, defesa e ataque vêm sendo contrastantes até aqui: são 24 gols marcados, a segunda melhor marca da liga até sábado, e 19 sofridos, o terceiro pior índice. No próximo domingo, o Fulham recebe o Sunderland.

Arsenal: Mannone, Sagna, Merthesacker, Koscielny, Vermaelen, Cazorla, Coquelin (Ramsey), Arteta, Walcott (Arshavin), Podolski (Chamberlain) e Giroud.

Fulham: Schwarzer, Riether, Hughes, Hangeland, Riise, Baird, Sidwell, Richardson (Kacaniklic), Dejagah (Duff), Ruiz e Berbatov.

Confira os gols e lances do dérbi londrino aqui, direto do site da Fox Sports.

3 comentários:

  1. O fulham fez um bom jogo mesmo jogando fora de casa ,mas novamente o sistema defensivo comprometi ,principalmente pelo lado esquerdo do riise e do hughes que alias faz atuações pior a cada jogo. Não sei, mas se colocasse o baird na zaga e tira o hughes melhora um pouco,mas o lado positivo é que esse ano o time vem marcando muitos gols até agora,coisa que nas outras temporadas não acontecia.Bem se corrige principalmente a bola parada defensiva e time continuar nessa faze goleadora da para ir mais alem essa temporada.

    ResponderExcluir
  2. Uma opção para a zaga podia ser o Senderos, que vem ficando no banco nesta temporada. Mas o Jol, aparentemente, confia muito na dupla Hughes/Hangeland, que joga junta há cinco anos.

    ResponderExcluir
  3. Mas que JOGÃO foi esse!! Por instantes pensei que iríamos quebrar o tabu de 108 anos sem ganhar na casa do Arsenal...

    Ruiz, Berbatov e Kacaniklic jogaram MUITO.

    ResponderExcluir