Internacionais Cottagers: na Europa, só Kelly se deu bem

O veterano Robbie Keane fez um dos gols da vitória irlandesa
Futebol nos quatro cantos do planeta e pausa nos campeonatos nacionais - menos o Brasileirão, claro - é sinônimo de data FIFA. E, como normalmente ocorre, vários jogadores do Fulham entraram em campo defendendo suas seleções.

Na Europa, apenas Stephen Kelly teve o sabor da vitória. Mas sequer entrou em campo nos sofridos 2 a 1 da Irlanda sobre o Cazaquistão, conquistados com gols aos 44 e 45 da etapa final.

Apesar do sufoco para conquistar os três pontos, o triunfo deixou os irlandeses ao lado da Alemanha na ponta do grupo. E são justamente os alemães os próximos adversários da Irlanda, no dia 11 de outubro, em Dublin.

A Irlanda do Norte tinha um confronto complicado contra a Rússia, em Moscou, pelo grupo F. No fim, a derrota por 2 a 0 não foi surpreendente. Aaron Hughes atuou como lateral-direito, enquanto Chris Baird foi um dos volantes da formação visitante.

Na próxima terça, a chance de recuperação é contra Luxemburgo, em Belfast. Além da Rússia, quem também saiu na frente na chave foi Portugal, que sofreu mais do que o esperado, mas superou os luxemburgueses por 2 a 1.


No grupo E, decepção para a Noruega de Brede Hangeland e John Arne Riise, que foram titulares na derrota para a Islândia (2 a 0). Um péssimo modo de iniciar uma campanha que pretende fazer com que os noruegueses voltem a jogar um grande torneio, de onde estão ausentes desde a Copa de 1998. Albânia e Suíça também venceram e lideram a chave.

O búlgaro Dimitar Berbatov foi convocado, mas de última hora confirmou que não iria mudar sua decisão de se aposentar da seleção. Com isso, foi substituído por Tsvetan Genkov entre os chamados pelo técnico Lyuboslav Penev. A Bulgária empatou com a Itália em 2 a 2 no grupo B, que terminou o fim de semana sendo liderado, de forma surpreende, pela Armênia.

Sem jogadores cottagers em sua convocação, a Inglaterra do técnico Roy Hodgson, goleou a Moldávia fora de casa pelo placar de 5 a 0. O English Team aproveitou o jogo fácil e o empate entre Polônia e Montenegro, para largar em vantagem na liderança do Grupo H das eliminatórias.


Schwarzer: 100 jogos pela Austrália
Na Ásia, Mark Schwarzer completou seu 100° jogo pela Austrália com uma fácil vitória por 3 a 0 sobre o Líbano, em amistoso. A partida serviu de preparação para os Socceroos visitarem a Jordânia, na terça, pelas eliminatórias da Copa. Os australianos ainda não ganharam após três rodadas e estão em terceiro no grupo B.

A Costa Rica, que teve Bryan Ruiz como titular, perdeu em casa para o México - um dos gols do 2 a 0 foi marcado por Carlos Salcido, ex-Fulham - e se viu distante cinco pontos do primeiro lugar do grupo B. Na terça, o confronto se repete, mas os mexicanos jogarão em casa.  

Na África, Mali recebeu Botsuana, no jogo de ida da segunda fase das eliminatórias para a Copa Africana de Nações. Mahammadou Diarra participou do jogo, que terminou 3 a 0 para os malineses e assegurou uma boa vantagem para a partida na casa dos adversários - que será disputada apenas em 11 de outubro.

Ainda contando jogadores do elenco principal do Fulham, o goleiro Neil Etheridge participou da vitória das Filipinas sobre Cingapura em amistoso: 2 a 0.

Em se tratando de seleções sub-19, a Suécia, de Dino Islamovic, perdeu para a Dinamarca, de Lasse Christensen, em amistoso (2 a 1). Também amistosamente, Israel fez 1 a 0 sobre Montenegro e contou com Omri Altman.

Nas eliminatórias da Eurocopa sub-21, a Suíça ficou no 0 a 0 com a Espanha. Pajtim Kasami, que também esteve nos Jogos Olímpicos, atuou pelos suíços.

Os jogos dos Internacionais Cottagers prosseguem nesta segunda e terça-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário