As últimas em Craven Cottage



Lesão de Diarra preocupa
Em entrevista dada nesta quinta feira, Martin Jol contou as novidades em Craven Cottage. Vamos conferir os destaques dos Whites.
A começar pela lesão de Mahamadou Diarra, que teve grande repercussão na imprensa, pela possível gravidade. O jogador de 31 anos, que chegou ao Fulham no decorrer da temporada passada, sofreu uma lesão no joelho esquerdo em jogo de sua seleção nacional. 

Segundo o manager, Diarra estará fora de ação nas próximas três semanas, pois fará uma cirurgia no joelho esquerdo por conta de um problema com a cartilagem, mas se for detectado o problema no ligamento cruzado deste mesmo joelho, que é o receio do departamento médico, o jogador poderá ficar até cinco meses fora. Má noticia, ainda mais pelo fato de o malinês ter desempenhado bem a função no meio-campo.

O zagueiro Philippe Senderos é outro que continua fora. Após ter uma contusão pé, o técnico Martin Jol acredita que em duas semanas o suíço já estará a disposição para jogar. Esse fato animou Jol, que volta a ter um zagueiro como opção, ao invés do improvisado Baird.

Berbatov: presença praticamente certa em campo
Outros ainda sem condições de jogo são: Kerim Frei, ainda com uma contusão na região da pelvis e Simon Davies, com uma contusão no quadril. Os novos contratados Kieran Richardson e Ashkan Dejagah ainda não estão aptos a entrar em campo; o primeiro por problemas no quadril e o segundo por ainda não estar na forma física ideal.

Porém, há boas noticias em Craven Cottage: os atacantes que desfalcaram o Fulham na última partida contra o West Bromwich Bryan Ruiz e Mladen Petric estão à disposição. E isso cria uma séria dor de cabeça, uma vez que em sua estreia como titular, Berbatov marcou dois gols e Hugo Rodallega tem feito boas apresentações. Porém, Petric fez ótima pré temporada, e marcou na estreia na Premier League e Bryan Ruiz também tem grande prestigio.

“É bom ter qualidade em nossa linha de frente.A qualidade dos atacantes em qualquer clube influencia. É sempre bom ver Hugo, Dimitar e Petric e eles te entre eles diferentes qualidades”, concluiu o manager.

Nenhum comentário:

Postar um comentário