Euro 2012: Fim da trajetória inglesa acontece nos penaltis

Deseolação dos jogadores ao final dos penaltis
A Euro 2012 terminou para a Inglaterra neste domingo (24). Diante de uma Itália que desde o começo do jogo pressionou, os ingleses, que até começaram o jogo com bons ataques, foram eliminados nos pênaltis, após 120 minutos de jogo.

A Inglaterra veio a campo com o mesmo time que venceu a Ucrânia, na ultima partida da primeira fase: Hart; Johnson, Terry, Lescott, Ashley Cole; Ashley Young, Gerrard, Parker e Milner ; Rooney e Welbeck. E o English Team começou muito bem, com um lance espetacular de Johnson, que recebeu livre no meio da área e chutou um pouco sem jeito, mas ainda fez Buffon ter trabalho e fazer a defesa em dois tempos.

A Itália veio a campo com duas alterações em relação ao último jogo: Thiago Motta, por contusão, deu lugar a Montolivo, e Di Natali foi para o banco para entrada de Mario Balotelli. A escalação ficou da seguinte forma: Buffon; Abate, Bonucci, Barzagli e Balzaretti; Marchisio, De Rossi, Montolivo, Pirlo; Balotelli e Cassano. E aos poucos a Azzurra foi equilibrando e tendo bons ataques, em especial com De Rossi que mandou uma bola na trave, e Balotelli.

Com o decorrer da primeira etapa, os italianos dominaram a maior parte das ações ofensivas, e de todas as formas tentavam penetrar na bem postada zaga inglesa. Fosse por chutes de fora da área, cruzamentos, estava difícil para a Itália. Enquanto isso, a Inglaterra apostava nos contra ataques, mas sem levar maiores problemas ao goleiro Buffon.

Young manda no travessão seu chute

Apesar do 0 a 0, o jogo estava bastante movimentado, e no segundo tempo o ritmo não caiu, começando com uma pequena pressão da Itália contendo uma perigosa bicicleta de Balotelli. Com a situação perigosa, Hodgson mandou a campo Carroll e Walcott para as vagas de Welbeck e Milner, respectivamente, para tentar desafogar a equipe.

Cezar Prandelli pôs Nocerino e Diamanti nos lugares de De Rossi e Cassano afim de dar mais gás ao ataque italiano e tentar fazer o gol da partida. E quase que Nocerino fez aos 42 - após receber lançamento, ele não conseguiu tirar a bola do alcance de Hart e perdeu grande chance de tirar o 0 do placar. De mesma forma Rooney, que tentou dar uma bicicleta, mas sem sucesso.

Jogadores muito decepcionados ao fim da disputa
Na prorrogação o panorama da partida continuou o mesmo: muita posse de bola e ataques para Itália, defesa compacta e contra ataques para a Inglaterra. O lance com maior destaque foi com Diamanti, que fez boa jogada pela direita e cruzou para Nocerino, que cabeceou e fez o gol, mas em posição de impedimento.

Então a partida foi para os pênaltis, o grande pesadelo inglês, que nas últimas oportunidades em Euros e Copas do Mundo perdeu as últimas cinco disputas. E não foi diferente nessa Euro: pela Itália, Balotelli, Pirlo (com uma cavadinha, mostrando muita habilidade e frieza), Nocerino e Diamanti converteram as cobranças, enquanto Montolivo perdeu. Pelos ingleses, Gerrard e Rooney converteram, mas Young mandou no travessão e Cole teve o último penalti defendido por Buffon.

Agora a Itália enfrenta a Espanha na semifinal, enquanto a Inglaterra volta para casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário