Repercussões: Fulham 1-1 Chelsea

Dempsey, com o gol, é o quarto artilheiro da liga nesta temporada. Foto: Fulham FC
O empate entre Fulham e Chelsea na última segunda-feira foi bem recebido pelos lados de Craven Cottage. A igualdade fez o time terminar a rodada dentro do top 10 na tabela de classificação, objetivo traçado por Martin Jol e seus comandados para esta reta final de temporada. Com 43 pontos, os Whites têm agora três jogos sem derrotas.



O capitão Danny Murphy descreveu a atuação como uma das melhores do Fulham no ano. "Eu gostaria de ver as estatísticas do jogo e ver que fomos tão bons ou até melhores do que eles. Mesmo com apenas o empate, foi uma de nossas melhores performances". Para o capitão, o objetivo no restante da temporada é superar a campanha de 2010/11: "Ano passado terminamos em oitavo e podemos melhorar isso agora. Vai ser difícil, temos jogos complicados fora de casa, como Everton e Liverpool, mas temos que continuar trabalhando duro".


Já o manager Jol ficou na expectativa de algo mais que um empate. Contudo, não desprezou o ponto conquistado. "Três pontos seria fantástico, mas quando você leva um gol antes do intervalo, o clima no vestiário não é bom", comentou.


Sobre o pênalti assinalado para o Chelsea, o técnico discordou da marcação do árbitro. "Acho que o toque foi acidental. Não houve falta", disparou.


Jol terá um importante desfalque para o restante da temporada. Bryan Ruiz quebrou o pé em uma dividida no jogo contra o Bolton e estará fora por 10 semanas. O costarriquenho voltará apenas na temporada seguinte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário