Goleada acachapante em ritmo de férias

Fellaini sobe mais que a zaga e marca
O Fulham definitivamente não pareceu estar afim de entrar em campo na tarde deste sábado, em Liverpool. Mesmo contra um adversário igualmente sem maiores pretensões, os comandados de Martin Jol - que não ficou no banco - deram vexame, levaram 4 a 0 e garantiram férias antecipadas neste fim de temporada, restando ainda três jogos para acabar a liga. Com 46 pontos, os Whites estacionaram no nono lugar.



Jol perdeu a viagem para Merseyside devido a uma infecção no peito. Em razão disso, o escocês Billy McKinlay, ex-jogador do Fulham na temporada 2004/2005 e atual técnico do Fulham Reserves, assumiu o comando da equipe juntamente com o auxilar técnico Michael Lindemann.

Mckinlay, de 43 anos, optou por deixar o capitão Danny Murphy no banco, preferindo iniciar com Diarra e Dembele como marcadores no meio. Outra novidade foi a presença de Kerim Frei entre os 11 titulares.



Nada disso, porém, impediu o Everton de massacrar. Aos seis minutos, Jelavic cobrou falta que Pogrebnyak afastou com o braço. Pênalti que o próprio Jelavic converteu: 1 a 0. Os donos da casa continuaram na pressão e, aos 16, Fellaini subiu mais que a zaga para marcar. Irreconhecível, o Fulham foi presa fácil para o terceiro gol. Jelavic foi lançado, driblou Schwarzer e bateu por baixo do goleiro australiano, que aceitou.


Frei não passou pela marcação rival
Com o placar adverso e a atuação pífia, McKinlay... não fez absolutamente nada. Sua única providência foi tirar Senderos e colocar Baird, deslocando Hughes para o miolo de zaga. Sem alterações táticas, os mandantes continuaram em cima e anotaram o quarto gol aos 15. Pienaar tabelou com Cahill e deixou o australiano na cara do gol. Ele apenas desviou do arqueiro e fechou o placar. Para sorte do Fulham, o Everton parou por aí.


Dempsey: outro que foi pouco acionado em campo
Na próxima terça, os Cottagers voltam a campo na mesma cidade - desta vez, o rival é o Liverpool, que está uma posição acima na tabela. Sunderland e Tottenham são os adversários nas rodadas finais.


Everton: Howard, Hibbert, Heitinga, Distin, Jagielka, Gibson (Cahill), Neville, Fellaini (Barkley), Osman, Pienaar (Gueye) e Jelavic.


Fulham: Schwarzer, Hughes, Senderos (Baird), Hangeland, Riise, Diarra (Etuhu), Dembele, Frei, Duff, Dempsey e Pogrebnyak (Murphy).

Nenhum comentário:

Postar um comentário