Preview: Manchester United - Fulham


No primeiro turno, United fez 5 a 0
 Após duas derrotas consecutivas, quatro gols sofridos e nenhum marcado, nada pior do que buscar reabilitação jogando fora de casa contra o líder, por pontos, do campeonato. Pois esta é a realidade do Fulham nesta segunda-feira, quando visita o Manchester United, em Old Trafford, pela 31ª rodada da liga inglesa. A partida, que começa às 16h (de Brasília), terá transmissão dos canais ESPN.

Martin Jol mais uma vez não terá o atacante Orlando Sá, o volante Steve Sidwell e o lateral Zdenek Grygera, todos lesionados. Em compensação, o time deverá ser o mesmo que levou 3 a 0 do Swansea rodada passada. A esperança cottager fica centrada em Pavel Pogrebnyak. Explica-se: o russo tem história contra o United, tendo marcado um gol na vitória do Zenit sobre os Red Devils no título russo da Supercopa europeia em 2008.

Pelo lados dos mandantes, o português Nani e o inglês Owen são desfalques certos. Por outro lado, Cleverley e Jones ficam à disposição após um período ausentes. O destaque do time na temporada, Wayne Rooney, está confirmado.

Um simples empate já basta para o United voltar a liderar de forma isolada a Premier League, já que tem os mesmos 71 pontos do rival City. E o histórico entre United e Fulham, em Manchester, mostra o quanto o time local é favorito para o confronto desta segunda. Os londrinos ganharam lá apenas uma vez, em 2003. Além disso, o próprio jogo válido pelo turno desta temporada não é nada animador: um massacre do United por 5 a 0 em Cottage.

Outro fator que desencoraja os fãs londrinos que pretendem estar em Manchester é o retrospecto dos comandados de Jol fora de casa. São apenas oito gols marcados nesta condição, com duas vitórias na temporada. O Fulham inicia a rodada ocupando a 13ª posição com 36 pontos, 11 a mais que o QPR, primeiro na zona de rebaixamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário