Preview: Fulham - Swansea, Frei renova até 2015

A esperança de vitória do Fulham passa pelos pés de Dempsey.
Foto: whoateallthepies.tv

Neste sábado o desafio do Fulham é contra os galeses do Swansea City, às 12h (Horário de Brasília), em Craven Cottage. E se enganam aqueles que acham que será um jogo fácil.

A invencibilidade de três jogos do Fulham caiu na semana passada, em Birmingham, quando o time foi derrotado pelo Aston Villa por 1 a 0. No entanto, o estádio Craven Cottage é quase sempre um fator decisivo para o time obter bons resultados.


O Swansea, além de fazer história por ser o primeiro time galês a disputar a Premier League, vem surpreendendo ao fazer uma boa campanha na atual temporada. Os Swans atualmente ocupam 11º posição na tabela, com 36 pontos em 28 jogos, atrás dos Whites apenas no saldo de gols.

Kerim Frei renova até 2015!
Foto: Fulham FC

A novidade desta semana no Fulham foi a renovação do contrato de Kerim Frei. O jovem winger suíço, destaque nas fases classificatórias da UEFA Europa League, ficará em Craven Cottage até 2015 e tem a opção de estender seu contrato até 2016, tendo o Fulham a preferência na renovação do contrato do jogador.

Depois de assinar sua renovação de contrato Kerim Frei, que é jogador revelado pelo Fulham Academy, disse em entrevista ao site do clube, que está "realizando um sonho" ao integrar a equipe principal do time londrino na atual temporada.

"Esta temporada mudou a minha vida", disse Frei ao fulhamfc.com. "Viajando com a equipe profissional e fazendo todas as coisas que eles fazem - Estou feliz com o que estou fazendo agora. Quando eu era pequeno, eu assisti 'Gol - O Filme' e eu costumava sonhar em jogar na Premier League. Quando eu fiz minha estréia, contra o Swansea, meus sonhos se tornaram realidade. Espero continuar fazendo bom trabalho para o Fulham por um longo tempo e eu estou muito feliz em ficar aqui e espero progredir e continuar a melhorar", afirmou.

O técnico Martin Jol não poderá contar com Zdenek Grygera, que tem uma  grave lesão de joelho e tem futuro indefinido no clube. A novidade no departamento médico é que o meio-campo Steve Sidwell está em fase de recuperação após uma hérnia e pode voltar ao time daqui a algumas semanas.

Do lado galês, o técnico Brendan Rodgers não poderá contar com Nathan Dyer (suspenso), Andrea Orlandi e Kemy Augustien (ambos lesionados). Os grandes destaques da equipe são o meio-campo Scott Sinclair (ex-Chelsea) e o atacante Danny Graham.

Fulham e Swansea  já se enfrentaram 60 vezes na história das competições inglesas. Desde a época em que o clube da cidade-natal de Chris Coleman - ex-zagueiro e treinador do Fulham e atualmente no comando da seleção galesa - ainda se chamava Swansea Town até os dias atuais, foram 30 vitórias dos cottagers, 20 dos Swans e 10 empates. Falando em confrontos recentes, na atual temporada o Fulham foi derrotado no Liberty Stadium por 2 a 0.

A promessa é de um bom jogo em Craven Cottage, até pelo fato de as duas equipes disputarem um lugar no Top 10 da Premier League. Esperamos que o Fulham vença e que Pavel Pogrebnyak, juntamente com o resto do time, tenha uma atuação melhor do que na semana passada.

COME ON YOU WHITES!

Nenhum comentário:

Postar um comentário