Repercussões: Manchester City 3-0 Fulham

Neve, sobretudo no segundo tempo, castigou em Manchester
Um sábado gelado, debaixo de muita neve e futebol muito apático. Assim foi a tarde/noite em Manchester, onde os Cottagers enfrentaram os líderes Citzens. Com um futebol muito aquém do que se espera da equipe londrina, o Fulham foi facilmente envolvido pelo futebol do Man. City e perdeu por 3 a 0.




Para azar do Fulham, o Manchester City jogou com muito mais vontade, já que na última rodada a equipe foi surpreendida pelo Everton e deixou o United encostar na liderança, e não deu chances aos Whites, segundo a imprensa inglesa.

O Fulham, para a imprensa, conseguiu manter a posse de bola no segundo tempo, mas sem ser tão perigoso, como era o City em seus ataques. Além disso, a tentativa de reação começou junto com o aumento da queda de neve, o que dificulta qualquer trabalho.

Foram necessárias duas paradas para retirar a neve das linhas do campo
O técnico Martin Jol destacou a força dos líderes da competição: "Eles (Man.City) têm uma ótima equipe com muitos recursos, mas nós sabíamos antes da partida que teríamos que tentar manter a posse de bola, mas a estratégia não deu muito certo."

"Você precisa de uma qulidade extra e as vezes nós temos essa qualidade, por exemplo através de Mousa Dembele", disse Jol explicando a volta de Dembele ao time.

Sobre o jogo, Martin Jol comentou: "O primeiro gol foi uma penalidade leve e o segundo foi um gol contra, que não é o que você espera quando joga contra uma equipe tão qualificada".

"No segundo tempo eu acredito que tivemos maior posse de bola. Isso é exatamente o que você deve fazer. Tanto que nos últimos 8 minutos tivemos duas chances. Se você mantém a bola consigo você consegue criar algo, mas você tem que fazer isso desde o primeiro minuto". disse o manager, lembrando que o comportamento desejado começou tarde demais.

O destaque ficou por conta da torcida, que com neve cantava sem parar (e muitos sem camisa)
A esperança de gols recai sobre o novo contratado Pavel Pogrebnyak, que ainda não tinha condições legais para jogar: "Ele ainda não tinha permissão para trabalhar, mas nós estamos esperançosos que ele esteja no país até o fim da semana. Esperamos que não seja tarde de mais para que ele possa jogar contra o Stoke. Esperamos na quinta=feira, mas pode ser na sexta".

O próximo desafio dos Cottagers para tentarem se reerguer na tabela será contra o Stoke City em Craven Cottage, no sábado (11/02).

Fotos: Fulham FC

Um comentário:

  1. Foi Um Bom Jogo, Respeito o Clube Fulham que tem um nome forte da inglaterra. Kaique do Blog Manchester City News.

    ResponderExcluir