Repercussões: Stoke City 2-0 Fulham



O Fulham perdeu para o Stoke City neste sábado, e interrompeu a seqüência de boas atuações dos Cottagers.


Para o técnico Martin Jol, a equipe conseguiu se manter firme por quase todo jogo: "Jogamos bem por 80 minutos, mas a partir de uma bola na área eles marcaram. A única coisa negativa é que nós demos cobranças de falta que você não deve dar a eles. Acho que os neutralizamos, mas não é fácil neste campo, jogar o nosso futebol."

Segundo Jol, o Fulham não foi bom o suficiente para vencer : "Não acho que jogamos bem o suficiente para vencer, mas nós os neutralizamos por 80 minutos. Fomos muito bem na parte de trás."


"Acho que jogamos bem os primeiros vinte minutos, contendo-os bem, mas após isso nos esquecemos de jogar. "



"Acho que somos uma equipe sólida na parte de trás. Não é fácil, muitas equipes tiveram problemas aqui”, refletiu Jol, que minimizou os problemas com as jogadas aéreas adversárias, que causaram uma certa frustração ao tecnico, "Mas tendo dito isso, eu não acho que nós tivemos um grande problema, por isso é frustrante que, depois de 80 minutos eles tiveram a situação que eles queriam para marcar gols.

Martin destacou que a equipe deve aproveitar as oportunidades, principalmente num jogo fora de casa contra um time que sabe muito bem jogar com bola parada: "Você sempre sabe que eles são capazes de marcar um gol de bola parada. E é por isso que perdemos este jogo, porque não conseguimos marcar. Nós tivemos algumas chances, mas se seu objetivo é um empate, você tem que fazer sua parte por 90 minutos, e não apenas 80. " lembrou Jol do descuido na parte final do jogo.

O goleiro Mark Schwarzer tentou ver aspectos positivos na partida: “Temos que tirar os aspectos positivos também, porque acho que nós jogamos bem, principalmente nos primeiros 45 minutos. Tivemos algumas chances e teve o chute do John Arne Riise que foi para fora no final do jogo, então talvez as coisas poderiam ter sido diferentes.

"Mas nós somos um grupo forte e agora temos que ir embora e aprender com isso. Perder sempre dói e se não nos sentirmos assim, então estamos no emprego errado.

O Fulham volta a campo nesta semana pela UEFA Europa League, contra o Wisla Krakow, na Polônia, para voltar ao rumo das vitorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário