Repercussões: Fulham 1-3 Everton



Após mais uma derrota, dessa vez em Craven Cottage para o Everton, as repercussões da imprensa não poderiam ser das mais positivas.

O tecnico Martin Jol, se mostrou abatido com o resultado: "Nós realmente pensamos que poderíamos ter um resultado a partir de hoje, mas não o fizemos.”


O começo de jogo do Everton, principalmente com o posicionamento de Drenthe, confundiu a marcação do Fulham, que foi relatada por Jol: "Tivemos que mudar isso no segundo tempo depois de Drenthe, que provavelmente nunca jogou à direita antes, marcou um gol no primeiro par de minutos.”

A imprensa destacou um possível desentendimento entre Martin Jol e Bobby Zamora, que perdeu o gol que daria outro rumo a partida nos minutos finais. Porém, o tecnico rechaçou essa possibilidade. "Acontece muitas de vezes, mas hoje foi provavelmente um pouco pior do que devíamos, pois nós poderíamos ter ganho o jogo", disse.

Bobby Zamora: destaque não tão positivo do jogo
Martin Jol tirou a responsabilidade da derrota das costas de Bobby. "Eles jogam juntos e eles perderam juntos. Nós deveríamos ter vencido este jogo e não o fizemos. Hoje deveria ter sido diferente. "
"Não há nada que você possa dizer para Bobby. Ele está abatido e estamos todos assim também”, afirmou Jol, que completou: "Você deveria pedir desculpas se você receber um cartão vermelho, como Moussa Dembele fez na quinta-feira [na Liga Europa], mas não se você perder a chance".

Destaque positivo falado pela imprensa, foi o primeiro gol do costarriquenho Bryan Ruiz, que finalmente desencantou em alto estilo, destacado por Dempsey. "Mas, claro, um consolo é que ter marcado um gol vai ser bom para Ruiz. É bom para qualquer jogador de ataque. Ajuda a aumentar a confiança para começar as coisas, por isso é bom para ele."

Agora os Cottagers se preparam o jogo contra o Wigan, no sábado, pela Premier League

Nenhum comentário:

Postar um comentário