A um pênalti da vitória. De novo

Kasami perdeu no tempo normal
Eliminado pelo Chelsea, em Stamford Bridge, nos pênaltis. Vendo assim não parece que o Fulham realmente fez um papel ruim em sua pequena campanha na Carling Cup. Mas se vermos as circunstâncias em que o jogo se desenvolveu, notaremos que mais uma vez a equipe de Martin Jol deixou de ganhar do seu maior rival.

No fim, o empate em 0 a 0 levou o jogo aos pênaltis, onde o Chelsea fez 4 a 3. Assim como no confronto entre ambos em fevereiro, pela Premier League passada, os Cottagers desperdiçaram um pênalti no tempo normal.


O manager holandês optou por usar um time bem diferente do que estamos acostumados a ver normalmente. Grygera foi experimentado no miolo da zaga, enquanto o volante Gecov teve sua primeira chance como titular. O jovem Frei formou a dupla de meias junto de Kasami, enquanto Bryan Ruiz e Orlando Sá compuseram o ataque.

O Chelsea, que também usou um time misto, pouco ameaçou na primeira etapa. Tanto que ambos os goleiros, Cech e Schwarzer, apareceram pouco. O tcheco inclusive seria substituído no intervalo, devido a um problema muscular após lance com Orlando Sá.
Grygera: atuação segura como zagueiro
A etapa derradeira foi muito mais aberta. O Fulham teve sua grande chance logo no começo, quando Frei acabou derrubado na área por Alex. Pênalti e expulsão para o zagueiro brasileiro. Na batida, contudo, Kasami acertou o travessão de Turnbull. A memória remete para o jogo entre os dois londrinos em fevereiro, quando Dempsey perdeu um pênalti no final do confronto e não conseguiu tirar o zero do placar na ocasião.
Orlando Sá não mostrou a que veio
Os mandantes até tiveram suas oportunidades após o pênalti, mas a falta de pontaria de Lukaku e as boas intervenções de Schwarzer fizeram a partida acabar sem gols. A situação não mudou na prorrogação, mesmo o Fulham tendo três atacantes em campo (Ruiz, Dembele e Zamora - os últimos entraram no segundo tempo).

As cobranças de pênalti até começaram animadoras para os Cottagers, com Lampard errando. Mas Dembele e Ruiz não fizeram sua parte, desperdiçaram suas batidas e viram o Fulham cair por 4 a 3. E seguir sem vencer na temporada contra equipes inglesas.

Chelsea: Cech (Turnbull), Ferreira, Alex, David Luiz, Bertrand, McEachran (Terry), Romeu, Malouda, Sturridge (Lampard), Kalou e Lukaku.
Fulham: Schwarzer, Kelly, Grygera, Senderos, Briggs, Baird, Gecov (Sidwell), Kasami (Zamora), Frei, Ruiz e Orlando Sá (Dembele).

Fotos: Fulham FC
Confira a disputa de pênaltis aqui, no site da ESPN Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário