Goleada, classificação e quebra de tabus

Foi melhor do que o esperado. Até o sorteio para a próxima fase deu uma ajuda. Assim o Fulham avançou hoje para as oitavas-de-final da Copa da Inglaterra, goleando o Tottenham por 4 a 0 em Craven Cottage. O placar, construído todo no primeiro tempo muito graças à atuação do zagueiro Dawson, ajudou ainda os Whites a quebrarem alguns tabus.
.
Foi a maior vitória do Fulham em cima do Tottenham em toda a história; foi a primeira vitória dos Cottagers contra um adversário de Premier League na FA Cup desde a temporada 2003/04; ainda a primeira vez em que o Fulham eliminou os Spurs (em seis tentativas) neste torneio. Sem falar na "revanche" com o placar de 4 a 0 - em 2006/07, o Tottenham bateu os Whites por este placar, também em Cottage, pela Copa da Inglaterra.
.
O próximo rival será o vencedor do replay entre Bolton e Wigan, novamente em Londres. Na primeira partida, em Bolton, empate sem gols.
.
No jogo deste domingo, Mark Hughes mais uma vez não teve Dickson Etuhu, ainda lesionado. Sidwell foi titular ao lado de Danny Murphy na 'volância'. Novidade mesmo foi a volta de Salcido na lateral-esquerda, no lugar de Baird.
.
O começo de jogo foi inacreditavelmente ruim para os Spurs, o que decidiu a classificação cottager ainda em 45 minutos. Aos 11 minutos, Dawson saiu jogando errado e Hutton cometeu pênalti em Dempsey. Na batida, Murphy abriu o placar. Dois minutos depois, de novo Dawson foi decisivo. Ele perdeu a bola para Dembele, puxou-o na área e fez outra penalidade. E o capitão do Tottenham ainda foi expulso. Murphy deslocou Gomes e fez 2 a 0.

.
O Tottenham ainda tentava se achar em campo quando levou mais um. Duff bateu escanteio, Johnson desviou e Hangeland empurrou para as redes, 3 a 0. Com um a mais e tamanha vantagem no placar, o Fulham foi aos poucos diminuindo o ritmo e administrando a classificação iminente. Nada que impedisse Dembele de fazer jogada individual e mandar uma bomba de fora da área para anotar o quarto gol aos 46.
.
Com a partida decidida, os comandados de Mark Hughes treinaram no segundo tempo, já se poupando para encarar o Newcastle, na próxima quarta. O treinador aproveitou para rodar o elenco, colocando em campo Greening, Gera e Simon Davies.
.
O Fulham criou apenas duas chances para marcar nos últimos 45 minutos, ambas perto do final do duelo. Primeiro em cabeçada de Hughes no travessão - no mesmo lance, Hangeland teve seu chute afastado em cima da linha. Depois, Gera bateu para ótima defesa de Gomes. A torcida dos Whites celebrou o apito final e a quarta vitória consecutiva jogando em Craven Cottage.
.
Fulham: Stockdale, Pantsil, Hughes, Hangeland, Salcido, Sidwell, Murphy (Greening), Duff, Dempsey, A. Johnson (Gera) e Dembele (Davies).
.
Tottenham: Gomes, Hutton, Bassong, Dawson, Assou-Ekotto, Sandro (Gallas), Pienaar, Modric, Lennon, Van der Vaart (Jenas) e Defoe (Crouch).
.
Fotos: BBC e Fulham FC
Você confere os gols da partida aqui, no site da ESPN Brasil.

Um comentário:

  1. Jogo muito bom... um dia infeliz do Dawson facilitou e muito o jogo pra gente.
    Agora é esperar pra saber quem vamos enfrentar nas oitavas.

    ResponderExcluir